Homem olhando para cima e pensando o que faz um assistente técnico judicial

O que faz um assistente técnico judicial

O que faz um assistente técnico judicial? Essa profissão é mais uma opção de atuação do especialista, sendo reconhecido como perito(a) das partes. Em muitos casos o seu valor de honorário é compatível com o do perito(a) judicial.

Nesse artigo você vai aprender:

a) O que faz o assistente técnico judicial;

b) Quem seleciona o assistente técnico judicial;

c) Porque existe um assistente técnico;

d) Como se tornar assistente técnico judicial.

O engenheiro João fez um vídeo onde explica com detalhe o que faz um assistente técnico judicial.

O que faz o assistente técnico judicial

O assistente técnico judicial é uma excelente oportunidade que muitos profissionais desconhecem. Ele ou ela é o “perito” das partes envolvidas no processo.

Funciona assim, quando o juiz nomeia um perito judicial ele dá uma oportunidade para o autor da ação e para o réu de indicarem um assistente técnico judicial.

Esse assistente faz os quesitos técnicos, acompanha o trabalho do perito judicial, analisa o laudo do perito e no final elabora um parecer técnico judicial. 

Esse profissional tem menos trabalho e responsabilidades que o perito judicial e recebe bem e mais rápido.

Quem seleciona o assistente técnico judicial

E quem seleciona o assistente técnico? Ele ou ela é contratado pelas partes, seja autor ou réu, já o perito é nomeado pelo juiz. E você não pode atuar como perito nomeado e assistente técnico na mesma ação judicial.

Pois, o perito tem que ser imparcial e o assistente pode ser parcial, ele está ali pois foi contratado pela parte. Cada parte pode indicar quantos assistentes quiser e também podem optar em não indicar assistente técnico no processo.

O assistente técnico é um prestador de serviços, contratado por uma das partes envolvidas no processo, para atuar em um caso da sua especialidade.

Porque existe um assistente técnico

E porque existe um assistente técnico? Um exemplo prático são os casos envolvendo adulteração no medidor de energia elétrica. A ação está tramitando e o juiz designa um perito judicial.

Pode ser que a parte autora envolvida na ação judicial tenha muita dificuldade em entender o trabalho do perito, em fazer questionamentos técnicos e até em contestar o seu laudo.

Pois, esse autor pode não possuir o conhecimento técnico. A justiça sabe disso e permite que o autor da ação e o réu contratem assistente técnico para ajudar.  

A legislação deixa claro que o perito judicial e o assistente técnico são profissionais equivalentes. Os dois estão no mesmo nível quando se trata da sua capacidade. Ambos têm responsabilidades e respaldos no judiciário.

Como se tornar assistente técnico judicial

E para se tornar assistente técnico é simples. Basta falar com advogados ou escritórios de advocacia. Eles podem estar enfrentando ações que precisam de assistentes técnicos judiciais, mas acabam não contratando ninguém, por desconhecer de um profissional para atuar nesses casos.

Então, aproveite e fale com aquele seu amigo, colega, parente ou vizinho advogado e peça indicações. Isso tende a funcionar. Deixe claro a importância do assistente técnico e o benefício que ele traz para as pessoas envolvidas.

A realidade é que em muitos casos quem faz os quesitos, acompanha a perícia e contesta o laudo do perito é o próprio advogado. Mas, ele é um profissional da área jurídica e desconhece sobre normas e procedimentos técnicos. É aí que entra uma oportunidade de ouro para se tornar assistente técnico judicial.

Pode ser que o advogado saiba da importância de ter um assistente técnico, mas acha que vai sair caro demais. Essa é outra objeção comum de se encontrar.

Se você quer se tornar perito(a) judicial e está com dificuldades em começar na área nós podemos te ajudar. Clique na imagem abaixo para conhecer o nosso treinamento de Perícia Judicial para Engenheiros Eletricistas e Eletrotécnicos.

Curso de perícia judicial para engenheiros e técnicos

E se você quiser conhecer as principais demandas da área elétrica clique nos artigos que mostram a Perícia de Ressarcimento de Danos Elétricos e o que é um Termo de Ocorrência de Inspeção (TOI).

O que é uma perícia judicial de ressarcimento de danos elétricos

O que é um Termo de Ocorrência e Inspeção (TOI)

Autoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga-nos no Instagram

Categorias

Posts Recentes