Quais equipamentos utilizar nas perícias de ressarcimento de danos elétricos

Quando o perito(a) é nomeado para uma demanda de ressarcimento de danos logo vem a pergunta “qual equipamento utilizar na perícia”? Em muitos casos não precisa de equipamento algum.

Nesse artigo você vai aprender:

a) Quais equipamentos utilizar para fazer as perícias de ressarcimento;

b) Como fazer uma perícia de ressarcimento sem equipamento de medição

Se você quiser se aprofundar nesse vídeo o engenheiro João mostra o que é a perícia judicial de ressarcimento de danos elétricos.

Quais equipamentos utilizar para fazer as perícias de ressarcimento

Para atuar com perícias de ressarcimento o profissional não precisa investir em equipamentos caros e complexos. Pois, grande parte do trabalho é feito de maneira comparativa, utilizando as resoluções e procedimentos da ANEEL à favor do perito.

Por exemplo, muitos profissionais utilizam no máximo uma câmera fotográfica para coleta de imagens e para futuras comparações quando estiverem escrevendo o seu laudo técnico.

O uso de analisadores de energia ou de osciloscópios se torna desnecessário. Pois, em grande parte dos casos existe um grande lapso temporal entre a data do dano e a data da perícia, que em muitos casos é superior a um ano.

Portanto, mesmo que o profissional queira aferir uma série de grandezas elétricas isso pode não ser necessário. Já que, uma realidade atual pode não refletir uma situação antiga.

Como fazer uma perícia de ressarcimento sem equipamento de medição

Primeiramente, para se fazer uma perícia de ressarcimento sem equipamento de medição é recomendado ter um método de trabalho. Ou seja, uma maneira de se realizar a perícia que tenha passos claros de começo, meio e fim.

Muitos profissionais, quando fazem uma perícia direta iniciam pelo ramal de entrada, seguido pelos quadros de disjuntores, SPDA e aterramento. Nesse momento são realizadas as capturas de imagens.

Porém, isso pode não ser necessário. Já que, muitas vezes pode-se adotar a metodologia indireta. Essa perícia é feita no escritório do expert, analisando os dados do processo e sem gastar tempo e dinheiro com deslocamento.

No vídeo abaixo o engenheiro João mostra com mais detalhes a perícia indireta aplicada a ressarcimento de danos elétricos.

Você é um(a) profissional do setor elétrico e tem interesse em se tornar um(a) Perito(a) Judicial de Ressarcimento de Danos em Equipamentos Elétricos?

Conheça o curso avançando e ao vivo e aprenda de maneira simples e descomplicada e se tornar um(a) Perito(a) nessa área. O valor da sua hora técnica pode ultrapassar de R$500,00.

Clique na imagem abaixo e faça sua inscrição para participar da próxima turma!

Curso de perícia judicial de ressarcimento de danos elétricos

E se você quiser conhecer as principais demandas da área elétrica eu deixei separado para você dois artigos que mostram a perícia de ressarcimento de danos elétricos e a O que é um Termo de Ocorrência de Inspeção (TOI).

O que é uma perícia judicial de ressarcimento de danos elétricos

O que é um Termo de Ocorrência e Inspeção (TOI)

Autoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *