Quem pode ser perito trabalhista

Quem pode ser perito trabalhista

O perito trabalhista é mais uma opção de atuação do profissional legalmente habilitado.

Nesse artigo você vai aprender:

a) O que é o perito trabalhista;

b) Demandas judiciais para o perito trabalhista;

c) Assistência técnica judicial trabalhista.

O vídeo abaixo o engenheiro João mostra quem pode ser perito trabalhista.

O que é o perito trabalhista

O perito trabalhista é o profissional que detém conhecimento técnico, possui habilitação profissional na área trabalhista e está inscrito no tribunal regional do trabalho. Nesses casos entram contadores, médicos, grafotécnicos e claro os engenheiros.

Assim, o profissional trabalha para o juiz do trabalho, analisando aspectos técnicos da sua formação e elaborando um laudo pericial trabalhista. Sem precisar prestar concurso público, somente se cadastrando em um tribunal regional do trabalho.

Demandas judiciais para o perito trabalhista

Primeiramente, quais são as demandas mais comum na esfera trabalhista, pensando na área de engenharia. As demandas mais comuns onde envolve vínculo do trabalhador com a empresa em regime CLT são as que envolvem os casos de periculosidade e de insalubridade. Nesses casos são aplicadas as NRs 15 e 16.

E nesses casos somente engenheiros de segurança do trabalho podem atuar. O engenheiro eletricista não tem atribuição legal para atuar em casos de insalubridade e periculosidade.

Existem sim algumas demandas que necessitam de um especialista somente com a habilitação de elétrica. Mas, elas são escassas na justiça do trabalho.

Assistência técnica judicial trabalhista

Em primeiro lugar, existe uma possibilidade pouco explorada pelos engenheiros eletricistas. Que são as atuações como assistentes técnicos judiciais em casos que envolvam a NR 10, por exemplo. Nessa hora uma das partes pode contratar um profissional de sua confiança e esse profissional vai ser o “perito” das partes.

Ele ou ela elabora quesitos, acompanha o trabalho do perito nomeado pelo juiz e ainda elabora um parecer técnico judicial.

A vantagem é que para ser assistente técnico você não precisa estar vinculado a um tribunal, pois quem te contratada é uma das partes. A segunda vantagem é que os honorários tendem a ser interessantes e o recebimento mais rápido.

Se você quer se tornar perito(a) judicial e está com dificuldades em começar na área nós podemos te ajudar. Clique na imagem abaixo para conhecer o nosso treinamento de Perícia Judicial para Engenheiros Eletricistas e Eletrotécnicos.

Curso de perícia judicial para engenheiros e técnicos

E se você quiser conhecer as principais demandas da área elétrica clique nos artigos que mostram a perícia de ressarcimento de danos elétricos e o que é um Termo de Ocorrência de Inspeção (TOI).

O que é uma perícia judicial de ressarcimento de danos elétricos

O que é um Termo de Ocorrência e Inspeção (TOI)

Autoria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *